2020 em rota para ser o ano mais quente dos registros históricos

temperatura média global

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) dos EUA afirmou ontem que há 75% de chance da temperatura média global neste ano superar o recorde de 2016. As projeções feitas pela NOAA levaram em conta que o verão no hemisfério norte foi muito quente, o que fez com que a temperatura no primeiro trimestre fosse a segunda mais alta desde que começaram os registros em 1880. O que agrava a comparação é que, em 2016, um El Niño bem forte empurrou as temperaturas para cima. A se confirmar a projeção, 2020 será o mais quente sem contar como nenhum evento especial.

A Europa, em 2019, passou pelo seu ano mais quente já registrado. A edição 2020 do relatório do sistema climático Copernicus sobre o estado do clima na Europa diz ainda que 11 dos 12 anos mais quentes já registrados aconteceram neste século.

Contribuíram para o recorde do ano passado, as fortes ondas de calor de junho e julho, uma outra onda de calor em pleno inverno e um dos novembros mais úmidos da história.

 

ClimaInfo, 23 de abril de 2020.

Se você gostou dessa nota, clique aqui para receber em seu e-mail o boletim diário completo do ClimaInfo.

x (x)