Tempestade Alberto deixa ao menos quatro mortos no Golfo do México

tempestadae Alberto
reprodução vídeo BBC

Após trazer fortes chuvas para partes da região árida, primeira tempestade nomeada da temporada enfraqueceu ao se mover para o interior do nordeste do México.

Primeira tempestade nomeada da temporada de furacões do Atlântico, iniciada em 1º de junho, Alberto atingiu a costa nordeste do México como uma tempestade tropical na manhã de 5ª feira (20/6) provocando fortes chuvas, inundações e ventos fortes. Pelo menos quatro pessoas morreram em eventos relacionados à tempestade, que posteriormente enfraqueceu e se transformou em uma depressão, informaram as autoridades e meteorologistas.

As mortes ocorreram em Nuevo León. Um homem sofreu um choque elétrico enquanto tentava fazer reparos em sua casa. Um adolescente de 16 anos foi arrastado pelas correntes de um rio e se afogou. E duas crianças de 12 anos foram eletrocutadas ao atravessar um lago que estava em contato com um cabo elétrico ativo, informa o New York Times.

O impacto de Alberto se estendeu ao sul do Texas, com fortes chuvas. As marés subiram sob casas elevadas em algumas cidades costeiras desde a manhã de quarta-feira, incluindo em Surfside Beach, a cerca de 65 km a sudoeste de Galveston, capital do estado. A cidade fechou sua praia no início desta semana e alertou os visitantes para ficarem longe.

No início da quinta-feira, um alerta de tempestade tropical para mais de dois milhões de pessoas desde San Luis Pass até a foz do Rio Grande foi descontinuado.

A passagem de Alberto também foi noticiada por AP, CBS, Fox Weather, CNN, BBC, NBC, Reuters, Axios e Wall Street Journal.

 

ClimaInfo, 21 de junho de 2024.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.