Alimentação e clima

Veja só que contradição: os eventos climáticos extremos têm atingido em cheio o setor agrícola brasileiro, trazendo prejuízo para as safras por conta da seca e das chuvas em excesso. E o setor é, justamente, dentro da realidade brasileira, o principal responsável pelas emissões que aumentam a incidência desses eventos climáticos extremos.

Está claro que é necessário haver uma mudança na forma de produzir e de consumir alimentos. A agricultura de baixa emissão é viável, tanto no lado econômico quanto nos social e ambiental. Uma alimentação livre de químicos e bem balanceada começa no campo.

O agronegócio é muito mais do que a fatia apresentada na TV, de longos campos de soja, e da pecuária que desmata e destrói. O campo é feito de agricultores que amam a terra e podem e devem contribuir para a transformação do nosso sistema alimentar. O futuro é feito de comida de verdade no prato, sem veneno!



Destaques

Especiais

Siga o Climainfo nas redes

Veja só que contradição: os eventos climáticos extremos têm atingido em cheio o setor agrícola brasileiro, trazendo prejuízo para as safras por conta da seca e das chuvas em excesso. E o setor é, justamente, dentro da realidade brasileira, o principal responsável pelas emissões que aumentam a incidência desses eventos climáticos extremos.

 

Está claro que é necessário haver uma mudança na forma de produzir e de consumir alimentos. A agricultura de baixa emissão é viável, tanto no lado econômico quanto nos social e ambiental. Uma alimentação livre de químicos e bem balanceada começa no campo.

 

O agronegócio é muito mais do que a fatia apresentada na TV, de longos campos de soja, e da pecuária que desmata e destrói. O campo é feito de agricultores que amam a terra e podem e devem contribuir para a transformação do nosso sistema alimentar. O futuro é feito de comida de verdade no prato, sem veneno!