Temos entre 230 mil e 320 mil pessoas infectadas pelo coronavírus

coronavírus pandemia números

Já se sabia que o número oficial de pessoas infectadas pelo coronavírus (mais de 20 mil) está subestimado. Ontem, saíram os resultados de duas pesquisas que buscam estimar a ordem de grandeza da epidemia no Brasil. Ambas usaram modelos e dados da progressão da epidemia em países como a Coreia e os correlaciona com o número de óbitos.

O grupo COVID-19 Brasil, formado por cientistas e estudantes de diversas universidades brasileiras, estima que o número verdadeiro de pessoas infectadas seja 15 vezes maior do que o cômputo oficial. Já o Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde, formado por pesquisadores da PUC-RJ, da Fiocruz e do Instituto D’Or, estima um número pelo menos 12 vezes maior. Os resultados das duas estimativas apontam para um número de infectados entre 230.000 e 320.000.

A notícia saiu n’O Globo, no UOL, na edição brasileira da Deutsche Welle e na Reuters internacional.

Ainda ontem, o governo de São Paulo divulgou estimativa do número de infectados no estado, mais que 100 mil pessoas, embora o número oficial não seja nem um décimo disso. Segundo o UOL, José Germann, secretário de saúde, explicou em entrevista coletiva que “pelas próprias características da COVID-19, no seu contingente total de casos confirmados, 20% irão para o atendimento hospitalar. São esses que estão testados aqui”.

 

ClimaInfo, 15 de abril de 2020.

Se você gostou dessa nota, clique aqui para receber em seu e-mail o boletim diário completo do ClimaInfo.

x (x)